quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Coincidência ou obsessão


Há alguns anos, por puro acaso e sem qualquer caso pensado, comecei a colecionar miniaturas de máquinas de escrever. Incoerente como sempre, aliás, sempre achei coleção coisa para criar poeira. Mas isso sou eu. Enfim... Em uma loja de miudezas em cidade pequena perto de Florianópolis, me deparei com uma miniatura relativamente tosca e que, removida a parte de cima, se transformava em um cinzeiro. Kitsch no último, e como não era muito barata e eu não fazia ideia do que fazer com ela, hesitei durante algum tempo. Vários minutos, na verdade, não fiquei na loja tanto tempo assim. Na dúvida comprei, sem imaginar que aquele tipo de posse se transformaria em uma febre. Estranhamente, pouco tempo depois caiu outra miniatura em minhas mãos e em seguida outra. Daí em diante foi o caos. Como eu já tinha três, cheguei à conclusão de que aquilo já era uma coleção e cumpria aumentá-la. Admito que eu poderia ter escolhido algo mais fácil, pois é dificílimo encontrar algo novo. Hoje tenho exatas 13 miniaturas diferentes e muitas repetições (tais como figurinhas de álbum) de todo o tipo, que vão das modestas como ímãs de geladeira e apontadores de lápis, a uma preciosidade lapidada em cristal encontrada e presenteada pela minha sócia/irmã e que (ela não diz, mas eu sei) custou uma pequena fortuna. Mas uma coisa precisa ser dita: quase me desmancho de felicidade quando encontro algo novo. O garimpo, tal como nas pedras preciosas, é difícil e incerto, mas quando aparece alguma coisa, é de raridade absoluta. Praticamente todas as pessoas que convivem comigo sabem da minha coleção e prestam atenção quando viajam, mas o “produto” é realmente raro e como tal precisa ser valorizado.
Finalizando, pois já estou me estendendo demais: sem planejamento, minha única coleção é de algo que tem tudo – ou quase tudo – a ver com livros. Coincidência ou obsessão, ainda vou decidir.

Em tempo: a foto está ruim mesmo, bati com o celular. Tenho muitos livros, mas nenhuma máquina fotográfica...

3 comentários:

Lia disse...

Oi, Denise
Cheguei ao seu blog pelo bonito post da Cecilia, do Sobre Leituras e Observacoes. Sou uma leitora compulsiva tambem e gostei muito do seu blog; que bom resolveu retoma-lo apos um periodo sem escrever!

Isabel Cristina disse...

Oi Denise, fiquei feliz com sua visitinha. Apesar do meu sumiço é bom saber que meus leitores queridos não me abandonam!

Menina, mas que coleção mais cut cut, eu adorei! Beijocas

Cecilia Nery disse...

Denise, adoro coleções, vira e mexe tento começar uma. Tenho uma meio que abandonada de chaveiros, mas vez por outra adiciono mais um componente. Adorei essas miniaturas de máquina de escrever. São lindas e tem tudo a ver com sua paixão pelos livros. Beijos!